Siga nossas redes

      
selo_final_Prancheta 4.png


prisco.png
Jornalista de Política.

ARTIGO

Renovação tucana

A esmagadora vitória do prefeito de São Paulo, João Doria (80% dos votos váliados), nas prévias do PSDB para definir o candidato do partido à sucessão de Geraldo Alckmin, mexe com o ninho no Brasil.

Para ser candidato, o neotucano terá que renunciar à prefeitura da maior cidade da América Latina, dona de orçamento bilionário e problemas que crescem em proporção geométrica.

Se, por um lado, Doria rasga o discurso de campanha de que permaneceria quatro anos no Paço Municipal, por outro, ele encarna sim a renovação nas fileiras do PSDB.

Em renunciando, o paulistano pode, inclusive, se inscrever para disputar a Presidência. Vai depender de como virão as pesquisas, principalmente as de consumo interno, mostrando as tendências para o governo paulista e para o Palácio do Planalto. Se Alckmin continuar patinando abaixo dos dois dígitos, Doria pode se engraçar em voo federal.

Onda

A esmagadora vitória de João Doria, derrotando outros três nomes tucanos, pode ter reflexos nas fileiras do PSDB em outros Estados. Napoleão Bernardes, ainda prefeito de Blumenau, é um que pode se beneficiar da "onda Doria." O alcaide, sem sombra de dúvidas, é o futuro do tucanato em Santa Catarina e mira uma vaga majoritária já nas eleições deste ano.

Ainda os tucanos

O encontro de 200 tucanos de 27 municípios da Serra catarinense, na noite do último sábado, em Lages, foi marcado por três fatos, dois ligados ao presente e outro ao passado. O primeiro, aquilo que pode ser a consolidação do nome de Paulo Bauer para ser o candidato ao governo pelo partido. Sua presença foi amplamente comemorada pelos presentes. O segundo, o pré-lançamento da candidatura do empresário Roberto Amaral para a disputa por uma vaga na Assembleia Legislativa.

Recall

Amaral entra na disputa com o recall da candidatura a prefeito da cidade em 2016. Por fim, a presença de Francisco Küster, 74 anos, que representou Lages e os serranos como deputado estadual e federal. Saiu do PMDB para ser um dos fundadores do PSDB. Em seu discurso, lembrou que está afastado da política há oito anos. Mas continua como um militante da sigla.

Rodrigues candidato

O deputado federal João Rodrigues (PSD) quer ser candidato à reeleição. Ele mandou vários recados, internos e externos, na sexta-feira, depois que recebeu a visita da esposa, Fabiana Rodrigues, em Brasília.

Ao contrário do que havia sinalizado, o deputado agora parece disposto a continuar filiado a um partido e a tentar a reeleição em outubro, embora haja grandes dificuldades jurídicas. Não por acaso, o parlamentar já avisou que Fabiana está no páreo.

Espaço

Pode ser uma tentativa de manter parte do espaço político que João Rodrigues conquistou ao longo dos anos.

Insistência

Governador licenciado, Raimundo Colombo, divulgou um vídeo. Foi gravado na sede do BNDES, no Rio de Janeiro, logo após mais uma tentativa dele de liberar os R$ 700 milhões para o Fundam 2. Ao mesmo tempo em que demonstra otimismo, Colombo reclama da excessiva burocracia e diz que já esteve mais de 20 vezes na sede do banco. É válido esforço do governador, mas as informações de bastidores apontam em outra direção. A da não liberação da bolada para os fins anunciados por Colombo.



EDITORIAS

Rua Duque de Caxias, 1302, Centro. São Miguel do Oeste – SC. CEP: 89900-000 Telefone: (49) 3621-1244

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina