Siga nossas redes

      
selo_final_Prancheta 4.png


15202609213280.jpg
Consultor de carreiras e alta perfomance. Especialista em Comunicação, Gestão e Comportamentos.

ARTIGO

Quem e como se deve ajudar?


Como já temos uma considerável trajetória em edições desta coluna, ganhamos um pouco mais de maturidade em nossas conversas, já falamos sobre coisas que desafia o empreendedor e o colaborador, e naturalmente com isso ganhamos a liberdade de falar mais de perto sobre algo que impulsiona o coração de muitos empreendedores ainda; "Quem devo ajudar, e como devo fazer isso?"

Ainda é comum ver empresários que estão iniciando a carreira, cheio de vigor e perspectivas quanto ao futuro e em seus discursos sempre se escuta quando eu puder vou ajudar muita gente, parece história de jogadores de loteria!

Recentemente brinquei com amigos sobre a nova campanha da ACISMO intitulada "A onde tem empresário tem gente". Rimos bastante porque eu sempre achei que era gente, mas depois fiquei pensando no motivo e na intenção pela qual se foi criado esse lema!

Brincadeiras à parte, fez muito sentido quando olhei sobre o prisma de que aonde tem empresário tem pessoas por perto recebendo oportunidades e contribuindo para a sociedade profissionalmente.

Abrir um negócio no Brasil é sempre desafiador e muito me orgulha, ver amigos que se dispuseram a contribuir com sua expertise, sua experiência, e seus talentos como profissional, e nesse processo muitas outras pessoas se engajaram no mesmo, tornando nossa sociedade sustentável.

No entanto quando se vai aderir, ou reforçar seu time, ainda vejo empresários usando a emoção e não a razão. E esse recado vai para os dois lados da moeda;

COLABORADOR- Boas oportunidades não são dadas por caridade, o empresário sempre irá querer retorno do investimento feito, então pare de colocar nos seus currículos coisas que descredita seu potencial. Coisas como; "Estou desempregado e preciso muito de uma renda". Se imponha, estude, se qualifique e tenha coragem de se impor na vida.

Eu particularmente já descarto quando vejo tais escritas!

EMPRESÁRIO- Pare de contratar no formato pessoal. Tipo o primo do Fulano porque o Fulano é meu amigo. Pare de enfiar pessoas desqualificada e despreparada emocionalmente para dentro do seu negócio! Você sonhou, lutou, investiu, depois na hora de fazer funcionar vai apenas chamar alguém porque é amigo do seu amigo? Isso quando não é toda a parentada!

Leve para seu negócios, pessoas que possam contribuir e fazer valer o salário que você investe todo mês. Contrate não por afeição, contrate não porque é amigo de ciclano, contrate porque para vaga que você possui, essa é a melhor pessoa que poderá desempenhá-la.

Assim você se envolverá em muito menos problemas trabalhistas.

Lembre-se que são sempre os que você mais ajuda, (da informa incorreta, claro) que lhe traz problemas em um futuro próximo! Seja sempre RACIONAL na hora de ajudar alguém que precisa. Deixe a emoção para comemorar depois!

Ótima semana para nós!

#r1Consultoria e Treinamentos



EDITORIAS

Rua Duque de Caxias, 1302, Centro. São Miguel do Oeste – SC. CEP: 89900-000 Telefone: (49) 3621-1244

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina