Siga nossas redes

      
selo_final_Prancheta 4.png


PARALISAÇÃO NO OESTE

Bloqueios dependem da adesão da sociedade

Folha do Oeste

O Comando Nacional dos Transportes já havia anunciado em outubro a intenção de promover um movimento de resistência em todo o país. O líder do último movimento grevista, que ganhou força a partir da paralisação no trevo de São Miguel do Oeste entre fevereiro e março deste ano, Vilmar Bonora, confirmou que a categoria está disposta  a se manifestar, mas a postura dos caminhoneiros deve depender da adesão de outros setores da sociedade em todo o país, já que desta vez a pauta seria o pedido de renúncia da presidente Dilma Rousseff (PT) para que a categoria possa dialogar sobre suas reivindicações com um novo governo. 
Na tarde de sexta-feira, dia 6, os consumidores fizeram filas nos postos de combustível da cidade a fim de garantir o abastecimento dos veículos. Mas, por enquanto, não há pontos de bloqueio pela região. Contudo, a paralisação já iniciou em Minas Gerais e no Rio Grande do Sul. Os pontos de bloqueio mais próximos são em Santa Rosa e Três de Maio. 

SAIBA MAIS

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) já afirmou que vai adotar medidas para garantir que o direito de ir e vir seja garantido. Os caminhoneiros que não quiserem aderir ao movimento não poderão ser forçados a fazê-lo.

 

selo_final_Prancheta 26.png
Mais lidas do dia

EDITORIAS

Rua Duque de Caxias, 1302, Centro. São Miguel do Oeste – SC. CEP: 89900-000 Telefone: (49) 3621-1244

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina