Siga nossas redes

      
selo_final_Prancheta 4.png


PINTURA E IMPERMEABILIZAÇÃO

Igreja Matriz investirá R$ 400 mil em melhorias

15 Abril 2019 09:24:00

Quem passa pela Rua Duque de Caxias pode ver uma equipe trabalhando nas alturas em busca de revitalizar a área externa da Igreja Matriz São Miguel Arcanjo. A igreja tem 40 anos, e neste período já foi pintada de amarelo, verde e azul. Desta vez, os tons de azul serão mantidos. A escolha foi feita anos atrás em uma enquete realizada com os fiéis.

De acordo com o coordenador da Pastoral da Comunidade do Centro, Albino Wolfart, esta reforma que engloba pintura e impermeabilização é um projeto antigo. "Há mais de seis anos que nós vínhamos percebendo este problema de infiltração", comenta.

Mas foi no ano passado, ao assumir como coordenador, que a meta passou a ser a restauração da Igreja Matriz. "Entramos em contato com diversos profissionais da região e decidimos contratar a Engenharia Scheffer, de São Miguel do Oeste", conta.

Wolfart salienta que o primeiro contato com a empresa responsável pelas obras foi feito ainda em setembro e de imediato começaram os estudos para que o melhor trabalho pudesse ser entregue. Foram cerca de quatro meses de estudo.

Em um primeiro momento, o coordenador relembra que a pintura não seria refeita, mas após análises percebeu-se que a pintura feita há quatro anos já estava em um avançado processo de deterioração.

De acordo com ele, a coordenação já vinha se preparando há seis anos para que pudesse fazer este grande investimento. Segundo Wolfart, o investimento nesta obra será de R$ 400 mil. A última vez que a igreja passou por um processo de impermeabilização foi há mais de 20 anos.

Para ele, ver este projeto em andamento é a realização de um sonho. "É um trabalho para a população de São Miguel do Oeste, por ser um monumento, uma igreja, uma referência não só municipal, mas regional, estadual e a nível de país", declara.

TRABALHOS EXECUTADOS 

O engenheiro civil da Scheffer Engenharia, Leandro Scheffer revela que até o momento já foram feitos os serviços de lavação, limpeza e preparo da cúpula da igreja para receber os demais processos.

TECNOLOGIAS 

Para desempenhar cada processo, a Scheffer Engenharia se utiliza de alta tecnologia. No processo de lavagem, Leandro contou o uso da tecnologia chamada hidrojateamento, onde foi utilizado um lava-jato de alta pressão para que água pudesse chegar até o ponto mais alto da igreja. "Esse lava-jato tem a condição de levar a água lá em cima da igreja, pois a igreja tem aproximadamente 30 metros de altura. Esta altíssima pressão é utilizada para poder tirar tinta solta, sujeira impregnada, qualquer resquício que possa prejudicar o trabalho daqui para frente, ou seja, que possa mexer na vida útil da pintura. Foi uma limpeza completa, uma lavação bem forte e robusta", detalha.

Quando se trata do processo de impermeabilização, Scheffer garante que apenas o melhor será utilizado. Dentre os produtos que serão utilizados, está o poliuretano.

DIFICULDADES 

O engenheiro civil explica que trabalhar nas alturas é a maior dificuldade enfrentada. "O mais difícil é a questão da altura, como a parede da igreja não é uma parede vertical, mas sim inclinada, o trabalho é semelhante ao rapel. Então a nossa maior dificuldade foi criar soluções para o operário poder trabalhar com segurança, com o mínimo de conforto, pois a gente precisa ter uma condição adequada de trabalho para conseguir executar um bom trabalho. A temperatura agora é mais agradável, mas no início era bastante elevada, é um trabalho bastante árduo. O pessoal que está trabalhando nesta obra é herói mesmo", enfatiza.

CONCLUSÃO DAS OBRAS

Conforme ele, o término desta primeira etapa, que envolve também a pintura da igreja deve ocorrer ainda neste mês de abril. Já o serviço de impermeabilização da laje da varanda da Igreja Matriz deve ser concluído entre o fim de setembro e início de outubro deste ano.

A equipe tenta ao máximo cumprir o prazo combinado, mas é preciso também contar com o auxílio do tempo, isso porque quando chove, o trabalho é paralisado. "É uma obra exposta, choveu um dia, no outro dia dificilmente a gente consegue trabalhar. Mas o tempo tem colaborado, não tivemos grandes problemas com o tempo", analisa Leandro Scheffer.

ORGULHO PARA A EQUIPE 

Scheffer afirma que executar uma obra como esta que é feita em um ambiente que tem um grande significado para toda a população é motivo de orgulho para toda a equipe. "É uma obra que é um prazer para a gente estar fazendo, acima de tudo, a gente está muito orgulhoso de ter nossa equipe, nosso pessoal, envolvido nesta obra. Vai ficar marcado para a nossa empresa, estamos muitos felizes e vamos fazer o nosso melhor sempre, então cada detalhezinho é feito com muito carinho, porque sabemos o valor que ela tem, a história que ela tem na cidade, e a gente quer entregar o melhor para a comunidade porque a comunidade merece", declara.

COLABORAÇÃO 

Para que tudo possa ser feito, o coordenador da Pastoral da Comunidade do Centro, Albino Wolfart pede a colaboração da comunidade. "É uma igreja muito bonita, por isso estamos pedindo a colaboração das pessoas. Pode ser com 50, 100, 200 ou 400 reais, qualquer colaboração é bem-vinda porque hoje nós não temos dinheiro suficiente para realizar estes dois projetos. O valor necessário para a realização de ambos os projetos é R$ 400 mil. Precisamos mais uma vez do apoio da comunidade, precisamos de uma força especial neste momento", afirma.

Dois eventos este ano também devem ser realizados para angariar fundos para a realização destas melhorias, o café colonial que deve ser realizado no sábado, dia 08 de junho. O café colonial terá o valor de R$30 por pessoa e a Festa do Padroeiro que é tradicionalmente realizada no dia 29 de setembro.

ALERTA 

O engenheiro civil Leandro Scheffer pede ainda a compreensão da população para que evite circular pelo espaço que está isolado em função das obras ao redor da Igreja Matriz. O pedido visa garantir a segurança de todos.


selo_final_Prancheta 26.png
Mais lidas do dia


EDITORIAS

Rua Duque de Caxias, 1302, Centro. São Miguel do Oeste – SC. CEP: 89900-000 Telefone: (49) 3621-1244

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina