Siga nossas redes

      
selo_final_Prancheta 4.png


DESENVOLVIMENTO SOCIAL

Conselheiros tutelares são capacitados

Foto: Reprodução via Internet

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social participa do curso de capacitação aos Conselheiros Tutelares de Santa Catarina da gestão 2020-2024. A iniciativa inédita no país tem como objetivo oferecer formação unificada para todos os conselheiros eleitos e que tomaram posse este ano, garantindo acesso às informações para atuação em defesa da infância e juventude.

No primeiro módulo, que já está disponível em uma plataforma de ensino à distância, a servidora da SDS Neylen Bruggemann Bunn Junckes ministra as aulas que tratam sobre o SINASE (Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo). "Os conselheiros tutelares são fundamentais para a garantia de direitos dos adolescentes em conflito com a lei", ressalta a servidora. 

O Sinase apresenta o conjunto ordenado de princípios, regras e critérios que envolvem a execução de medidas socioeducativas, aplicadas aos adolescentes em conflito com a lei. É formado pelos sistemas estaduais/distrital e municipais, incluindo também todos os planos, políticas e programas existentes nas três esferas de governo voltados a esse tema. 

"Acredito ser fundamental existir uma formação inicial e continuada para os conselheiros e conselheiras tutelares titulares, no intuito de qualificar o exercício de suas funções, esclarecendo o seu papel junto à comunidade", afirma Fabíola Andrade Schmitz, quem ministrará presencialmente aulas sobre o SIPIA CT.  

O SIPIA é sistema nacional de registro e tratamento de informações sobre a garantia e defesa dos direitos fundamentais preconizados no  ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), responsável por gerar estatísticas e indicadores sobre direitos da criança e do adolescente. Dados coletados são aproveitados para a realização de ações de prevenção e combate às violações dos direitos infantojuvenis e, ainda, auxiliar na elaboração e estruturação das políticas públicas. 

O Curso 

Com um total de 100 horas/aula, a capacitação conta com etapas online de ensino à distância e de transmissões ao vivo, além de dois encontros presenciais regionais que serão realizados entre fevereiro e março nos municípios de Chapecó, Treze Tílias, Lages, Florianópolis, Mafra, Criciúma e Joinville. No total, 2.453 Conselheiros Tutelares estão matriculados no curso, sendo 1.492 titulares e 961 suplentes. 

Em sete módulos, o curso aborda temas como legislação e direitos infanto-juvenis, políticas públicas e trabalho em rede, orçamento público e Fundo da Infância e Adolescência (FIA), evasão escolar e convivência familiar, entre outros. Também são discutidas as atribuições e principais rotinas do Conselho Tutelar. 

A SDS faz parte do Grupo de Trabalho Interinstitucional do Conselho Tutelar, coordenado pelo MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) e formado ainda pela FECAM (Federação Catarinense dos Municípios), ACCT (Associação Catarinense dos Conselheiros Tutelares) e CEDCA (Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente). A realização do curso também contou com a parceria e operacionalização do IFC (Instituto Federal Catarinense) - Campus Araquari.

Fonte: Governo De Santa Catarina

selo_final_Prancheta 26.png
Mais lidas do dia

EDITORIAS

Rua Duque de Caxias, 1302, Centro. São Miguel do Oeste – SC. CEP: 89900-000 Telefone: (49) 3621-1244

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina